Notícias ISYN

Projeto promove empregabilidade no entorno de shoppings

Rede Cidadã realiza treinamento para aumentar a inserção no mercado de trabalho em regiões próximas a centros comerciais administrados pelo Instituto SYN

Em 2020, diante da pandemia, a taxa média anual de desemprego no Brasil foi de 13,5%, a maior registrada desde 2012, segundo dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esse número corresponde a 13,4 milhões de pessoas que não possuem um emprego.

Neste cenário, iniciativas que estimulem a empregabilidade no país têm se tornado fundamentais. A Rede Cidadã é um destes exemplos. Com 18 anos de atuação, ações em sete estados brasileiros e mais de 91 mil contratações geradas, a entidade realiza vários projetos que visam promover a geração de empregos. A instituição trabalha com três eixos principais: aprendizagem, empregabilidade e empreendedorismo.

Ação em parceria com o Instituto SYN

Uma destas iniciativas da Rede Cidadã é o treinamento voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade social que residem no entorno dos shoppings administrados pelo Instituto SYN. O objetivo é incentivar que esses cidadãos possam encontrar empregos e, ao mesmo tempo, oferecer mão de obra qualificada para os lojistas dos shoppings.

“Esta parceria começou em 2019 com um projeto piloto que realizamos com duas turmas para entender o público e como seria a reação dele. Com os resultados das turmas piloto, resolvemos estender para o ano de 2020”, conta Victoria Wense, analista de projetos da Rede Cidadã. 

Ao todo, são seis centros comerciais que participam:

São Paulo:

  • Tietê Plaza Shopping
  • Grand Plaza Shopping - em Santo André (Principal centro de compras do Grande ABC paulista)
  • Shopping Cidade São Paulo
  • Shopping D

Rio de Janeiro:

  • Shopping Metropolitano Barra

Goiânia:

  • Shopping Cerrado

Esta formação ocorre em dez dias no modelo EAD (2 horas por dia) e é realizada nas seguintes etapas:

1- Formação comportamental

Aqui os participantes recebem lições sobre autoconhecimento, método vivencial e técnicas integradas. “Em 2015, realizamos uma pesquisa com nossos parceiros para entender por que as pessoas entravam no mercado de trabalho, mas saíam muito rápido. A devolutiva de quase todos os parceiros foi que as pessoas eram contratadas por suas competências técnicas e saíam por questões comportamentais. A partir disso, entendemos que era nesse ponto que tínhamos que trabalhar”, destaca Victoria.

Victoria lembra ainda que a Rede Cidadã acredita no desenvolvimento socioemocional como principal recurso para orientar as pessoas a identificarem seus lugares na vida e no trabalho. “Estamos à disposição para expandir o impacto social de quem deseja agir com um olhar de maior cuidado com o outro, assim como nosso parceiro Instituto SYN”, declara.

2- Formação técnica

Como o projeto visa a abertura de vagas dentro dos shoppings, neste estágio trabalha-se a parte voltada para excelência em atendimento, por meio de temas como: formação humana, higiene e saúde e oficina profissional prática.

3- Inserção no mundo do trabalho

Nesta fase, realiza-se uma mobilização da rede de parceiros para busca de oportunidades de emprego. "Estas vagas podem ser dentro ou fora dos shoppings. Temos conversas constantes com os responsáveis. Por mais que não sejam abertas vagas dentro dos shoppings, aquelas pessoas não fazem o curso por fazer. O que pudermos fazer de encaminhamento para o mercado de trabalho, independente da área e da empresa que disponibiliza vagas, nós realizamos o encaminhamento. Mas sempre priorizamos as vagas nos shoppings", explica Victoria.

Resultados obtidos

Em 2019, no projeto piloto, 103 participantes se formaram e 70 foram inseridos no mercado de trabalho. No ano seguinte, foram realizadas duas turmas presenciais e, depois da pandemia, duas turmas piloto no EAD. Neste período, foi realizada a capacitação de 88 pessoas e 22 delas foram inseridas no mercado de trabalho. Em 2021, já houve a formação de 4 turmas no modelo EAD, com 89 participantes. “Apesar da realidade que o país se encontra neste ano e de todos os desafios, já estamos com o número de cinco inserções no mercado de trabalho”, relata Victoria.

Victoria ressalta ainda que o objetivo é resgatar os sonhos das pessoas e o desenvolvimento comportamental. “Para nós, vida e trabalho são um só valor e devem andar juntos para promover a realização profissional e pessoal do ser humano. Este projeto abre portas e amplia o olhar de cada participante no entendimento que os Shoppings tão próximos de sua residência, não são necessariamente apenas um local de passeio e sim uma fonte de renda, uma possibilidade de construir seu caminho profissional encontrando sua realização pessoal”, destaca.

Outro ponto trabalhado com estes participantes são as perspectivas. “Normalmente, o público considera que uma vaga de vendedor tem um valor baixo de remuneração. No entanto, no curso trabalhamos muito a questão do resgate dos sonhos. Fazemos com que eles identifiquem as oportunidades que aquela vaga pode trazer. Os alunos não devem ficar presos àquilo que é inicial, mas sim focar na possibilidade da construção de um caminho que pode ser muito exitoso. A ideia é que eles reflitam sobre o que podem fazer a partir desta primeira oportunidade e como construir a caminhada para chegar numa vaga que desejam, numa posição interna do shopping ou até mesmo para chegar numa colocação na área em que se formaram. Essa parte do curso é muito importante, uma vez que fazemos com que eles visualizem esse processo de construção. Para a nossa realidade, neste momento em que estamos vivendo, ela é superimportante”, defende Victoria.

Próximas turmas

Em 2021, serão realizadas mais três turmas:

  • Shopping Cerrado (GO)

O curso será realizado do dia 05/04/2021 a 16/04/2021.

  • Shopping Metropolitano Barra (RJ)

O curso será realizado do dia 05/04/2021 a 16/04/2021.

  • Shopping Cidade São Paulo (inscrições em breve)

O curso será realizado do dia 19/04/2021 a 30/04/2021.

Podem participar pessoas a partir de 18 anos, com renda familiar inferior a um salário mínimo per capita, com Ensino Médio Completo e que morem próximo aos shoppings. No caso do Shopping Cidade São Paulo, é voltado para moradores do Centro da cidade. Todos os cursos são gratuitos.

Nosso estatuto



Todos os direitos reservados - Instituto SYN - 2020 - CNPJ 13.320.441/0001-12